Por que carros elétricos são caros? O que ocasiona custos altos de aquisição?

A indagação de por que carros elétricos são caros, sempre vêm à tona quando pensamos nesse assunto. Será que compensa trocar o veículo a combustão?

Afinal, qual são os motivos para isso? Por que veículos movidos à combustão ainda são baratos nas concessionárias?

Nesse sentido, carros elétricos são mais sustentáveis e deveriam ser mais baratos, não é mesmo?

Apesar disso, ainda possuem preços elevados. Dessa forma, nosso artigo de hoje trará explicações sobre esse tema.

Ademais, buscaremos alternativas que poderiam mudar essa realidade.

Afinal, por que carros elétricos são caros?

Inicialmente, você verá abaixo 3 motivos que identificamos como os cruciais de por que carros elétricos são caros.

Assim também, ao final do artigo você verá sugestões que temos para que carros elétricos sejam mais comuns no Brasil. Confira!

Produção de poucas unidades

Antes de mais nada, saiba que praticamente todas as montadoras de veículos possuem algum modelo elétrico.

Ou seja, no Brasil temos carros elétricos das marcas:

  • JAC Motors;
  • Nissan;
  • Renault;
  • Chevrolet;
  • BMW;
  • Dentre outras.

Entretanto, os preços desse tipo de veículo são a partir dos R$130.000,00. Dessa forma, sentimos que há um impasse nessa situação.

Logo, carros elétricos são inacessíveis para a maioria dos motoristas, devido ao preço. Contudo, as montadoras e empresários afirmam por que carros elétricos são caros já que vendem poucas unidades.

Nesse sentido, o impasse continua e muitas pessoas acabam por optar em não adquirir um carro elétrico.

Afinal, muitas vezes, um modelo de carro popular à combustão custa em torno de R$40.000,00. Contudo, seu modelo similar elétrico beira os R$150.000,00.

Custo de produção

Nesse ínterim, é notável que os custos para a produção e montagem desses veículos é muito alto. Provavelmente aí está um dos porque carros elétricos são caros.

Sob o mesmo ponto de vista, muitos especialistas estão estudando possibilidades de baratear essas produções. Entenda melhor esse aspecto no próximo tópico.

Materiais muito específicos na produção

Nesse sentido, para produzir carros elétricos, são necessários alguns itens bastante específicos. Ou seja, são utilizados na fabricação desses veículos alguns elementos raros (e caros).

Além disso, carros elétricos contam com diversas tecnologias novas e isso, muitas vezes, inflaciona o preço do veículo.

Observe abaixo 3 itens comuns na montagem desse tipo de veículo que pode indicar porque carros elétricos são caros. Veja só:

Metais raros

Inicialmente, saiba que os ímãs existentes no motor de um carro elétrico costumam ser feitos de neodímio.

Porém, o neodímio é um metal raro e de difícil separação dos outros metais. Ou seja, ele é um componente caro para montagem de um carro elétrico.

Ademais, esse metal exerce papel fundamental no motor do carro. Entretanto, a Toyota já está desenvolvendo um substituto para o neodímio.

Logo, a montadora pensa em utilizar metade de neodímio e metade de outros metais para os ímãs do motor elétrico. Estamos na torcida!

Platina

Do mesmo modo, a platina é utilizada nos catalisadores de veículos elétricos. Nesse sentido, se trata de um item igualmente problemático.

Afinal, ela é cara e rara. Além disso, ela tende a perder sua eficácia e propriedades com o passar do tempo.

Portanto, a Universidade da Califórnia e outras instituições têm estudado possíveis alternativas à platina. Desse modo, os pesquisadores têm estudado a possibilidade de substituir a platina do catalisador por:

  • Cobalto (metal também raro, porém, mais barato e mais eficaz ao longo do tempo);
  • Grafeno;
  • Óxido de cobalto.

Lítio da bateria

Simultaneamente às mudanças supracitadas, já existem pesquisas avançadas para retirar o lítio das baterias de carros elétricos.

Nesse sentido, pesquisadores e estudiosos apontam algumas vantagens na substituição do lítio pelo grafeno, a saber:

  • Um dos motivos de porque carros elétricos são caros se deve ao uso de itens raros e caros na produção;
  • As baterias de grafeno tendem a ser bem mais baratas e acessíveis;
  • Além disso, elas recarregam mais rapidamente que as baterias de lítio;
  • Ademais, a vida útil das baterias de grafeno é bem maior que a das utilizadas atualmente.

Sugestões que ajudariam a baratear o carro elétrico

Ao passo que identificamos porque carros elétricos são caros, conseguimos elencar 3 itens que poderiam baratear esses veículos. Confira:

Montadoras terem vários modelos

Em primeiro lugar, a maioria das fábricas e montadoras possuem apenas um ou dois modelos elétricos.

Nesse sentido, caso elas produzissem mais modelos quem sabe o preço pudesse variar mais? Todavia, entendemos que é complicado (pelos motivos supracitados) ter 30 modelos elétricos em uma única fábrica.

Entretanto, talvez 5 ou 6 carros elétricos de diferentes montadoras possam “aquecer” o mercado. Além disso, com opções distintas, temos certeza que alguns consumidores desejarão experimentar a novidade.

Aumento do ponto de recargas

Seja como for, é essencial que existam mais pontos de recargas para veículos elétricos no Brasil.

Atualmente, sabemos que os carros podem ser carregados em tomadas comuns. Porém, isso leva cerca de 8 horas até que a carga esteja completa.

Contudo, em alguns pontos dos EUA e Europa, já existem locais públicos que possuem carregadores muito potentes.

Dessa forma, o carro elétrico fica carregado em 30 minutos. Quanta diferença, não é mesmo?

Logo, acreditamos que esse tipo de iniciativa contribui para a popularização e venda dos veículos elétricos.

Maiores incentivos de governos à aquisição de carros elétricos

Antes de mais nada, sabemos que em alguns estados brasileiros há excelentes descontos de IPVA para carros elétricos. Assim, temos locais em que o desconto nos tributos chega a 50%.

Todavia, apenas isso não basta. Afinal, adquirir um carro de R$140.000,00, infelizmente, ainda é para poucos motoristas. Como algumas possíveis soluções, pensamos em iniciativas como:

  • Desconto para a compra de carros elétricos para taxistas e motoristas de aplicativos;
  • Utilização de veículos elétricos em todos os órgãos públicos do país;
  • Incentivo para que os carros à combustão sejam substituídos gradativamente por carros elétricos.

Concluindo, entendeu por que carros elétricos são caros no Brasil e no mundo? Você também tem alguma dica de como poderia ser mais acessível a aquisição desse tipo de veículo? Deixe nos comentários!

Confira Também

Os carros com melhor custo-benefício do mercado! Veja os detalhes!

Avaliar os carros com melhor custo-benefício antes de comprar o seu, sempre é uma boa ideia! Um item quase que obrigatório. Confira a nossa...

Quais são os carros mais velozes do mundo? Lista atualizada em 2020

Conhecer os carros mais velozes do mundo é um item obrigatório para todos os amantes de velocidade. Confira a nossa lista. Nesse sentido, listas como...

Quais são os melhores carros híbridos no Brasil? Lista atualizada 2020

Os melhores carros híbridos no Brasil têm aumentado o número de consumidores. Nesse sentido, a venda desse tipo de veículo está em alta. Porém, por...

Entenda porque o Opala bebe muito! Todos os segredos revelados aqui!

Para entender porque o Opala bebe muito precisaremos falar sobre os detalhes desse carro e entender o que levou a Chevrolet a produzir esse...

Related articles

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.